Nacional

Polícia vistoria fossa séptica na casa de suspeito de sumir e matar menino em MS

kesia freitas

julho 25th, 2017

No comments

Menino está desaparecido desde 25 de junho em MS (Foto: Reprodução/ TV Morena)

Menino está desaparecido desde 25 de junho em MS (Foto: Reprodução/ TV Morena

A Polícia Civil acredita que o menino Kauan Andrade Soares do Santos, 9 anos, desaparecido desde o dia 25 de junho, foi abusado antes de ser morto, em Campo Grande. A família diz que não tem mais esperanças de encontrar o garoto vivo.

O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). Um homem de 38 anos foi preso suspeito de abusar e matar o garoto e nega o crime, mas, segundo a polícia, ele levava as crianças para casa oferecendo dinheiro em troca de abuso sexual.

“Infelizmente, os indícios são fortes de que realmente houve um homciídio e que essa criança faleceu no interior da casa […] Esse cidadão, que agora encontra-se preso, tinha costume de abordar crianças e atrair para a casa dele, onde ali corrompia essas crianças”, explicou o delegado Paulo Sérgio Lauretto, responsável pelas investigações.

A perícia esteve na casa do suspeito preso e encontrou vestídios de homicídio e materiais pornográficos envolvendo crianças e adolescentes.

Um adolescente de 14 anos foi apreendido e confessou participação no crime. Ele será encaminhado para uma Unidade Educacional de Internação (Unei).

Bombeiros fizeram buscas no rio Anhanduí, em Campo Grande, na sexta-feira (21) e neste sábado (22), depois de informações de que um suspeito teria jogado o corpo de uma criança no rio.

Um saco preto com cabelo foi encontrado durante as buscas. O material será levado para a perícia e as buscas no rio vão continuar, segundo a polícia.

Kauan teria desaparecido depois de sair para brincar no dia 25 de junho. Desde então a família procura por ele em várias regiões da cidade. Segundo a tia, a família recebeu várias informações sobre possíveis localizações do menino, mas nenhuma se concretizou.

O homem preso vai responder pelos crimes de homicídio, ocultação de cadáver, estupro de vulnerável e exploração sexual. Segundo a polícia, ele teria feito, pelo menos, outras duas vítimas

Comments are closed.